Img 7449

Atum, óleo e iogurte foram os produtos que mais subiram de preço com o fim do IVA zero

Com o fim do IVA zero o custo do cabaz alimentar, com produtos essenciais subiu cerca de 7,51 euros, de 141,97 euros para 149,48 euros.

Segundo a avaliação da DECO, no espaço de quatro dias, entre 4 e 8 de janeiro, os preços dos 41 produtos que faziam parte do cabaz alimentar essencial aumentaram acima dos 6% em 14 produtos.

Iogurte líquido, óleo e atum enlatado foram os produtos que mais aumentaram, no caso do iogurte, a subida de preço ascendeu aos 52 cêntimos.

O pão de forma sem côdea está 20 cêntimos mais caro e a pescada fresca custa 12,93 euros, mais 1,03 euros.

A primeira análise da DECO revela ainda que os retalhistas aumentaram os preços abaixo dos 6% em mais de 21 produtos, o que significa que “poderá ter havido uma tentativa de mitigação do impacto imediato da reintrodução do IVA através de promoções em produtos abrangidos pela isenção.

Segundo Rita Rodrigues, da DECO PROTeste “essa prática pode ter contribuído para minimizar o impacto inicial sentido pelos consumidores”.