Protesto

Avis:Falta de médicos motiva protesto

A Câmara e as juntas de freguesia de Avis vão promover, esta segunda feira,
uma concentração junto ao centro de saúde daquela vila alentejana para alertar
para a falta de médicos naquele concelho alentejano.

Numa nota enviada à Rádio Portalegre, o município de Avis assinala que existe
apenas um médico efetivo e um outro em regime de prestação de saúde, a meio
tempo, para toda a população, do concelho.

Nesse sentido, a autarquia exige “soluções urgentes de defesa e acesso aos
cuidados de saúde, severamente comprometidos quer pelo deficiente funcionamento
do Centro de Saúde de Avis, quer pela falta de atendimento das populações nas extensões
nas freguesias que, sem recursos humanos suficientes, não prestam o serviço que
deveriam, ou simplesmente, continuam encerradas”.

Para a Câmara de Avis, trata-se de “uma situação verdadeiramente
preocupante”, num concelho com mais de 600 km2, sem rede de transportes
públicos e com um elevado número de habitantes com mais de 65 anos e baixas
reformas, sem possibilidade de recorrer a outros meios de transporte ou a serviços
de saúde privados.

O protesto está agendado para as 17:30.