Fortaleza

Candidatura das Fortalezas Abaluartadas da Raia a Património Mundial entregue na UNESCO

O dossier da candidatura das “Fortalezas Abaluartadas da Raia” a Património Mundial foi entregue, esta segunda feira, ao presidente da Comissão Nacional da UNESCO, Moraes Cabral.

A cerimónia, que contou com a presença dos presidentes dos municípios envolvidos no processo, Marvão, Valença e Almeida, decorreu durante a manhã no Centro de Estudos de Arquitetura Militar de Almeida.  

Em declarações durante a sessão de entrega do documento, o presidente da Câmara de Valença, José Manuel Carpinteira, afirmou tratar-se de “um dia especial” para os municípios envolvidos na candidatura, lembrando que o processo tinha sido iniciado há mais de uma década.

O património abrangido na candidatura integra a Fortaleza de Valença e de Marvão e a Praça-Forte de Almeida, exemplares únicos da arquitetura militar dos séculos XVII e XVIII, sendo os mais representativos de sistema abaluartado e na defesa da linha de fronteira.

A raia luso-espanhola é a faixa da fronteira mais antiga e estável do mundo, com cerca de 1.319 km, e uma das mais fortificadas da Europa, com particularidades históricas e culturais únicas.