Legionella

Elvas:Legionella detetada no Hospital de Santa Luzia

A bactéria “legionella” foi detetada no Hospital de Santa Luzia, em Elvas, mas até agora “não foi registado qualquer caso clínico relacionado com a presença da referida bactéria”.

Em declarações à Rádio Portalegre, o delegado de saúde pública, André Gomes, que já foram tomadas “medidas corretivas”, nomeadamente a injeção de cloro nas canalizações para “matar a bactéria”.  

André Gomes adiantou que a bactéria foi detetada na última semana de dezembro, em análises de vigilância que são realizadas regularmente.

O mesmo responsável indicou que estão a aguardar o resultado das contra-análises, que são demoradas, para perceber se a situação já se encontra normalizada.

A “legionella” é uma bactéria que, quando inalada, poderá provocar infeções respiratórias graves, e até mesmo a morte, como aconteceu, por exemplo, em 2014, no Hospital de Vila Franca de Xira, onde cerca de 400 pessoas foram infetadas, 12 das quais acabaram por morrer.