Futebol Afp 2 1024x576

Futebol/Taça Comendador António Costa: Eléctrico garante última vaga nas “meias”

O Eléctrico empatou 1-1 na receção ao Arronches e Benfica, este domingo, e garantiu a última vaga nas meias finais da Taça Comendador António Costa, competição organizada pela Associação de Futebol de Portalegre (AFP).

A formação de Ponte de Sor terminou a fase regular da Taça na quarta posição com 9 pontos e junta-se a Estrela, Arronches e Benfica e Mosteirense, que já tinham “carimbado o passaporte” para as meias finais.

Em declarações à Rádio Portalegre, o treinador do Eléctrico, Emanuel Baleizão, desfez-se em elogios aos seus jogadores e disse que “seria um crime” o seu conjunto não estar nas meias finais da Taça.

Do outro lado, o treinador do Arronches e Benfica, João Trindade, afirmou ter sido um jogo muito equilibrado, mas considerou que se o seu conjunto tivesse acelerado um pouco mais de certeza que ganhava.

Os Gavionenses golearam 4-1 na deslocação ao Mosteirense, mas a vitória, em jogo da sétima e última jornada da competição, foi insuficiente para ultrapassar o Eléctrico na classificação e seguir em frente na Taça.

O conjunto de Gavião terminou esta fase da competição com os mesmos pontos do que o Eléctrico, mas foi relegado para o quinto posto, uma vez que o conjunto de Ponte de Sor tem vantagem no confronto direto.

Ouvido pela Rádio Portalegre, o treinador do conjunto de Gavião, António Carrilho, congratulou-se com a vitória sobre o Mosteirense, mas lamentou que não tivesse chegado para garantirem o apuramento para as meias finais.

Por parte do Mosteirense, o treinador, Luís Miguel Macedo, lamentou as oportunidades de golo desperdiçadas pelos seus jogadores e disse que a vitória dos Gavionenses foi “a vitória da eficácia”.

No outro encontro a contar para a derradeira jornada da fase regular da Taça Comendador António Costa, disputado igualmente este domingo, o Estrela venceu 1-0 na rceção ao Gafetense.