Castanha

Histórica vila de Marvão volta a transformar-se num “magusto gigante”

A vila de Marvão vai transformar-se durante o próximo fim de semana num “magusto gigante” com a realização da Feira da Castanha. O certame, que já vai na 39ª edição, é organizado pelo município local e deverá atrair mais de 10 mil pessoas.

Segundo o presidente da Câmara de Marvão, Luís Vitorino, durante os dois dias vão ser distribuídas cerca de 4 toneladas de castanha, por três magustos localizados em sítios estratégicos da histórica vila, bem como mais de mil litros de vinho.

O autarca sublinhou ainda a importância do certame na economia local, devido à presença dos produtores locais com os produtos típicos da região que vão desde os frutos secos aos enchidos, bem como o azeite e licores, vinho, queijos, compotas ou doces regionais.

Para além das castanhas assadas, os visitantes têm à sua disposição o pastel de castanha, o pão, as compotas, e da sua inovação ligada à castanha em produtos como a cerveja, farinheira e o queijo.

A Feira da Castanha assume-se ainda como um evento cultural único, repleto de animação de rua, com atuações de grupos de bombos, folclore, cante alentejano, fanfarras, artes circenses e de música popular portuguesa, onde se destacam os espetáculos, no Largo do Terreiro, com Miguel Azevedo e Raio dos Cachopos (sábado) e Saúl e Verde Maio (domingo)

A entrada na Feira da Castanha, que decorre sábado e domingo, das 10:00 às 18:30, custa um euro, e a receita reverte a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marvão.

Paralelamente a este certame, realiza-se, a partir de sábado e até ao dia 26 de novembro, nos restaurantes aderentes do concelho, a Quinzena Gastronómica da Castanha.

PUBLICIDADE