foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Eleições Autárquicas 2021

Este Domingo a Partir das 20:00h Especial Eleições Autárquicas  na Rádio Portalegre

Não Perca os Resultados as Opiniões e Reações Dos Diferentes Candidatos às Eleições Autárquicas 2021

Rádio Portalegre - A Sua Rádio Todos os Dias

Portalegre:Ministra da Coesão Territorial diz que a pandemia mostrou que o país está muito dependente do exterior e que tem de ser mais autossuficiente

Pode ser uma imagem de 14 pessoas e pessoas em pé

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, disse quarta feira, em Portalegre, que a pandemia mostrou que o país está muito dependente do exterior, e que temos de ser mais autossuficientes, defendendo ser importante estimular a produção.

 

Ana Abrunhosa falava à Rádio Portalegre depois da cerimónia de assinatura dos termos de aceitação do Programa de Apoio à Produção Nacional, que vai patrocinar projetos de investimento de onze micro e pequenas empresas do Alto Alentejo com um montante de um milhão de euros, com apoio de 60 por cento a fundo perdido.

A governante adiantou que como contrapartida destes apoios as micro e pequenas empresas comprometem-se a manter os postos de trabalho.

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), Hugo Hilário, por seu turno, considerou o Programa de Apoio à Produção Nacional “um forte e importante contributo para a cada vez mais necessária retoma económica”.

A cerimónia contou também com a presença do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).

Para António Ceia da Silva “o momento que estamos a viver, é histórico para o Alto Alentejo”, devido a um conjunto de projetos que se encontram em andamento e outros que vão arrancar, como são exemplo a Barragem do Pisão, a Escola de formação da GNR de Portalegre, a ligação internacional Nisa-Cedillo ou a ligação ferroviária Sines-Caia.

As empresas do Alto Alentejo abrangidas pelo Programa de Apoio à Produção Nacional operam nos setores da indústria, restauração e turismo e localizam-se nos concelhos de Portalegre (3), Elvas (3), Crato (1), Marvão (1),Monforte (1), Ponte de Sor (1) e Sousel (1).