foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Autárquicas 2021 - Esta quarta feira a partir das 12:00 Portalegre em debate na Rádio Portalegre

Incêndios:Área ardida no distrito de Portalegre entre 1 de janeiro e 21 de julho é praticamente o dobro do que no período homologo de 2020

Pode ser uma imagem de fogo e ao ar livre

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - Os incêndios rurais provocaram, entre 1 de janeiro e 21 de julho, 419 hectares de hectares de área ardida no distrito de Portalegre, praticamente o dobro do que no mesmo período de 2020.

 

De acordo com os dados avançados pelo Comandante Distrital Operacional da Proteção Civil de Portalegre, Rui Conchinha, no ano passado arderam 216 hectares até ao dia 21 de julho.

Em declarações à Rádio Portalegre, Rui Conchinha, adiantou ainda que o número de incêndios rurais observado este ano também foi superior ao do ano passado, havendo registo de mais 14 ocorrências.

Apesar da área ardida e do número de ocorrências ter sido superior, o comandante da Proteção Civil faz um balanço positivo, argumentando que as condições meteorológicas que se verificaram desde 1 de janeiro deste ano foram “mais adversas” do que em 2020.

Em termos nacionais, o relatório provisório de incêndios rurais, atualizado até ao dia 15 de julho, indica que a área ardida desde 1 de janeiro foi de 12.123 hectares, mais 24 por cento do que no mesmo período de 2020.

Segundo o relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, entre 1 de janeiro e 15 de julho deste ano, ocorreram 4.263 incêndios, o que representa um aumento de quase 34 por cento face ao período homólogo do ano passado.