foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Autárquicas 2021 - Esta quarta feira a partir das 12:00 Portalegre em debate na Rádio Portalegre

Portalegre: Politécnico investe mais de 3 milhões de euros e duplica espaço para empresas e laboratórios

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e ao ar livre

(Por Carla Aguiã) - A BioBip, incubadora de empresas do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), vai duplicar a sua capacidade, com uma ampliação que irá disponibilizar cerca de 30 novos espaços.

 

O investimento é de 3,3 milhões de euros, para mais 1500 metros quadrados de construção e equipamento.

Para o presidente do IPP, Albano Silva, a ampliação da incubadora de empresas “é fundamental” sobretudo para dar continuidade ao trabalho de investigação.

O dirigente, que falava esta segunda feira, na cerimónia de lançamento da primeira pedra da ampliação da BioBip, explicou que a obra pretende aumentar o espaço de incubação de empresas, face às solicitações, bem como criar novos laboratórios em áreas como a multimédia e animação e robótica.

A nova fase da BioBip deverá estar concluída no verão de 2022, estando já em perspetiva o lançamento de uma nova ampliação.

A cerimónia contou com a presença do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), António Ceia da Silva, que fez questão de sublinhar que o IPP é o “coração de Portalegre”.

Ceia da Silva considera que a instituição de ensino superior de Portalegre “é uma das melhores do país”, muito à custa do trabalho “esplendido” que tem sido desenvolvido ao nível da investigação, nos últimos anos.

O presidente da CCDRA frisou ainda que a investigação vai continuar a ser apoiada no próximo quadro comunitário, “uma investigação associada à requalificação das empresas e à valorização produtiva da região”.

Atualmente a BioBip acolhe mais de 30 empresas.