foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Sua Rádio Todos os Dias

Nova Provedora da Misericórdia de Portalegre vai pedir auditoria externa às contas da instituição

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

(Por Gabriel Nunes) - A nova provedora da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre, Luísa Moreira, anunciou que vai pedir uma auditoria externa para “esclarecer tudo o que foi feito” pelos anteriores órgãos sociais da instituição.

 

Em declarações à Rádio Portalegre, um dia depois de a sua lista ter vencido às eleições para a Misericórdia de Portalegre, Luísa Moreira começou por dizer que a instituição “há muito tempo, tempo de mais, que anda na boca do mundo pelas piores razões”, mas a verdade é que não há provas de nada”.

Para a dirigente “o que tem havido é maledicência e pessoas que se divertem a destruir uma instituição que é secular e que tem um trabalho muito nobre para fazer”.

Maria Luísa Tavares Moreira afirmou ainda não haver motivos para os trabalhadores estarem assustados, asseverando que “não vão haver perseguições ou despedimentos”.

A concluir, Luísa Moreira, que apontou os utentes da instituição como a “primeira preocupação” dos novos órgãos sociais, acrescentou que o que ficou para trás é coisa do passado, e que “o caminho faz-se olhando para a frente”.

As eleições na santa Casa da Misericórdia de Portalegre realizaram-se na segunda feira. A lista A, liderada por Luísa Moreira ganhou com 83 votos, contra os 80 obtidos pela lista B, encabeçada por Ana Bicho.