foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

RÁDIO PORTALEGRE 09/11/1989 - 09/11/2021

32 ANOS AO SERVIÇO DA REGIÃO

OBRIGADA PELA PREFERÊNCIA

Mais de 300 pilotos vão alinhar à partida para as 24 Horas TT e 4 Horas SSV Vila de Fronteira que arrancam sexta feira com as sessões de treinos livres e cronometrados

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé e estrada

A grande festa de final de temporada do todo terreno, em Portugal, volta a fazer-se na vila alentejana de Fronteira. Mais de 300 pilotos, de nove nacionalidades, distribuídos por mais de uma centena de equipas, vão alinhar nas 24 horas TT e 4 Horas SSV Vila de Fronteira, que arrancam esta sexta feira com as sessões de treinos livres e cronometrados para as duas corridas.

A tradição ainda continua a ser o que era na maior prova de resistência de todo terreno disputada em Portugal, com uma lista de inscritos que volta a impressionar pela quantidade (um total de 102 equipas inscritas), pela qualidade e diversidade das “máquinas”, mas também pelo facto de mais de 30% dos pilotos serem estrangeiros.

 

Para as 24 Horas TT Vila de Fronteira, que se disputam a partir das 14:00 de sábado e até à mesma hora de domingo, inscreveram-se 69 formações. Destaque para o AC Nissan Proto, com o número 22, da equipa luso-francesa liderada pela família Andrade. Vencedores das últimas duas edições, a equipa conta com sete triunfos em Fronteira e apresenta-se à partida da edição de 2021 com o objetivo de consolidar o recorde de vitórias na prova alentejana.

Para além de várias equipas que habitualmente competem no campeonato francês de resistência e que, mais uma vez, trazem os protótipos desenvolvidos para as provas de TT em circuito fechado, sobressai a participação do campeão nacional de TT em título, Tiago Reis, que partilhará o volante de um Mitsubishi Pajero com Avelino Reis, Edgar Reis e Daniel Silva.

O leiriense Ricardo Porém, que também já conquistou um título de campeão nacional de TT, repete a presença em Fronteira, onde procura o primeiro triunfo. Gonçalo Guerreiro, que venceu a Baja Portalegre, na categoria SSV, não quis faltar à festa e vai correr ao volante de um Can-Am, não na prova de quatro horas, mas na maratona de 24 horas.

Pela primeira vez na história das 24 Horas de TT Vila de Fronteira estará à partida uma equipa inclusiva. Telmo Pinão (piloto), João Luz (navegador) e André Venda (navegador) serão os heróis da formação, que alinhará num Buggy Astra GTC com condução e navegação adaptadas às deficiências motoras dos três intervenientes, numa estrutura que integra ainda os pilotos Ludgero Santos, Nuno Neto e Ivo Monteiro.

Destaque, ainda, para Carla Gameiro, Cristela Marto, Sílvia Reis e Chantel Neves, que constituem a única equipa totalmente feminina nesta edição.

No que concerne à corrida das 4 horas TT Vila de Fronteira, inscreveram-se 33 equipas, entre as quais estão nomes que ganharam as últimas cinco edições da prova: Luís Cidade, que vencedor em 2019; João Monteiro, em 2018; Ricardo Carvalho, que procura o terceiro triunfo; depois de ter ganho em 2016 e em 2017; e, por fim, António Ferreira, que ganhou em 2015 juntamente com Rui Serpa.

Referência, ainda, para a participação de pilotos que, nos últimos anos se têm destacado na categoria, como João Dias e Pedro Carvalho, que fazem equipa num Can Am X3, ou de Pedro Santinho Mendes.

As 4 Horas TT Vila de Fronteira vão decorrer entre as 08:00 e as 12:00 de sábado.