foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

RÁDIO PORTALEGRE 09/11/1989 - 09/11/2021

32 ANOS AO SERVIÇO DA REGIÃO

OBRIGADA PELA PREFERÊNCIA

“Portalegre a Serra e os Vinhos”: Iniciativa da EHT explorou um setor que deve ser encarado como “a estrela polar de uma região”

Pode ser uma imagem de 2 pessoas

(Por Carla Aguiã) - O setor vitivinícola deve ser encarado como a estrela polar de Portalegre, pela sua matriz histórica e qualidade dos vinhos produzidos na Serra de São Mamede, a opinião é de Fernando Melo, um dos principais críticos gastronómicos do país.

O especialista, em comida e vinhos, disse ainda que este é um setor que nunca sofreu do drama da interioridade, é um setor vibrante, com empresários dinâmicos e que pode por isso servir de guia para uma região.

 

Fernando Melo falava, esta quarta feira, durante a iniciativa “Portalegre, a Serra e os Vinhos”, dinamizada pela Escola de Hotelaria e Turismo (EHT) de Portalegre e que reuniu produtores, enólogos e vários agentes relacionados com o mundo da vitivinicultura para discutirem as peculiaridades e o potencial dos vinhos da Serra de São Mamede.

Conceição Grilo, diretora da EHT de Portalegre, sublinhou a importância de potenciar um setor em crescimento na região, enunciando o contributo da escola, nomeadamente através do curso de escanção, que arrancou este ano, e uma nova pós graduação em enoturismo, que irá desenvolver em parceria com o Instituto Politécnico de Portalegre (IPP).

A dirigente destacou ainda a necessidade de criar em Portalegre “A Casa do Vinho”, um espaço de negócio e inovação, que mostre a história do vinho.

João Afonso, produtor de vinho em Portalegre, considera que o setor é um trunfo que a cidade não tem sabido explorar. Frisou que a região acolhe as principais empresas de vinho do país e defendeu também a criação da “Casa do Vinho”, uma unidade turística de promoção dos vinhos da serra.

João Gabriel, da Adega de Portalegre, enalteceu a iniciativa da EHT, reconhecendo a importância de valorizar um setor que está a crescer.Presente na iniciativa, Luís Loures, presidente do IPP, explicou que a pós graduação em enoturismo, que irá envolver as escolas superiores de Edução e Ciências Sociais, Agrária e Tecnologia e Gestão, é inovadora e de todo o interesse para a região.

A Câmara de Portalegre também se associou a esta iniciativa. Em declarações à Rádio Portalegre, a presidente da autarquia local, Fermelinda Carvalho disse que a sua presença demonstra a disponibilidade da Câmara para apoiar a EHT e os produtores de vinho da região.

A autarca afirmou ainda que a qualidade dos vinhos promove a cidade e o concelho, tem atraído novos investidores e, em suma “valoriza o que é nosso”.

A primeira edição do “Portalegre, a Serra e os Vinhos”, contou com duas mesas redondas sobre “Vinhos de Altitude, Vinhos de Solos de Transição e Vinhos de Vinhas Velhas” e “o potencial gastronómico dos vinhos de altitude”.