foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 33 Anos ao Serviço da Região

Distrital de Portalegre do PSD exige ao Governo apoio integral para cobrir prejuízos causados pelas cheias no Alto Alentejo

Pode ser uma imagem de ao ar livre e árvore

A Comissão Politica Distrital de Portalegre do PSD quer que o Governo garanta o “apoio integral” para cobrir os prejuízos causados pelas cheias no Alto Alentejo no último mês de dezembro.

 

Em comunicado enviado à Rádio Portalegre a Distrital de Portalegre do PSD considera insuficientes os apoios anunciados, até 60% para as câmaras municipais para restabelecimento de infraestruturas e equipamentos públicos, e até um máximo de 70% para as empresas.

Nesse sentido, a estrutura social democrata lança um repto à ministra da Coesão Territorial e ao Governo para aproveitarem o facto de ainda não ter sido publicada em Diário da República a Resolução do Conselho de Ministros que aprova os apoios, para se “rever a posição e garantir o apoio integral para cobrir os prejuízos”.

“Estimaram-se danos inferiores a 50 milhões de euros no distrito de Portalegre, entre sector público e privado. Uma gota no oceano despesa do Estado, mas um volume incomportável para o nosso distrito. Aproveite-se esta oportunidade para mostrar verdadeiramente o que é Coesão Territorial”, pode ler-se no comunicado.

A Distrital de Portalegre do PSD exorta ainda a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a desenvolver as diligências e envidar todos os esforços necessários para interromper o processo em curso de extinção das direções regionais de Agricultura e Pescas.

E acrescenta que “se a ministra da Agricultura teima em não se dignar sequer a ouvir os agentes do sector que tutela, que seja pela via da coesão territorial que se interrompa este infeliz propósito”