foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Eleições Autárquicas 2021

Este Domingo a Partir das 20:00h Especial Eleições Autárquicas  na Rádio Portalegre

Não Perca os Resultados as Opiniões e Reações Dos Diferentes Candidatos às Eleições Autárquicas 2021

Rádio Portalegre - A Sua Rádio Todos os Dias

Campo Maior/Festas do Povo:Vila alentejana vai acordar amanhã transformada num autêntico jardim em flor

A mostrar ENRAMACAO 2.jpgA decoração das ruas de Campo Maior começa hoje à tarde e prolonga-se noite dentro. Amanhã a vila alentejana vai acordar transformada num autêntico jardim em flor, reforçando o orgulho das gentes campomaiorenses depois de oito meses de trabalho e muitas noites sem dormir.

As Festas do Povo, que vão decorrer até ao dia 30 de agosto, mobilizam 7.500 voluntários, e contam com 99 ruas decoradas com flores de papel numa extensão de cerca de 10 quilómetros.

Para o presidente da Câmara de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, as Festas do Povo, também conhecidas por Festa das Flores “já não são só de Campo Maior, são do Alto Alentejo e dos Alentejanos”.

Ricardo Pinheiro lembrou que a última edição das festas atraiu mais de um milhão de visitantes, portugueses e estrangeiros, transformando-se num veículo extraordinário de promoção e projeção nacional e internacional de toda a região.

 

Durante a edição deste ano do certame será entregue ao Ministério dos Negócios Estrangeiros o dossier da candidatura das Festas do Povo a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

O dossier está praticamente concluído faltando-lhe apenas juntar 10 fotografias e 10 minutos de vídeo que serão recolhidos na edição de 2015 das Festas do Povo.

O presidente da Câmara de Campo Maior espera que no decorrer do ano 2017 o processo fique concluído com a eleição das Festas do Povo Património Cultural Imaterial da Humanidade.

As Festas do Povo consistem na ornamentação das ruas de Campo Maior, maioritariamente no Centro Histórico. Para o enfeite das ruas são usadas flores de papel e outros objetos em cartão e papel, feitos artesanalmente pela população. 

Gabriel Nunes