foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 31 Anos ao Serviço da Região

Fique Em Casa / Cumpra as Normas da DGS / Proteja-se Por Si e Pelos Outros

Portalegre/violência doméstica: mulher e dois filhos menores integrados em casa abrigo

Nenhuma descrição de foto disponível.

(Carla Aguiã) - Uma mulher e os seus dois filhos menores foram integrados numa casa abrigo, para vítimas de violência doméstica, a situação ocorreu no mês de janeiro deste ano, sendo que este é apenas um dos 12 casos de crime, em contexto conjugal, registados em Portalegre nos primeiros dois meses de 2021.

 

De acordo com Carla Batista, responsável pelo Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica (NAVVD) da delegação de Portalegre da Cruz Vermelha, atualmente há 38 vítimas em acompanhamento, a maioria mulheres.

A mesma responsável adiantou que o confinamento por causa da pandemia de covid-19 “potenciou o aumento e a severidade” dos crimes.

Em Portugal, no primeiro trimestre de 2021 foram registados seis homicídios em contexto de violência doméstica, mais um face ao mesmo período do ano passado.

Segundo os dados divulgados pelo Governo, o número de vítimas mortais deste ano, 4 mulheres e dois homens, representa um aumento de 20% em relação ao período homólogo de 2020.

Já no que diz respeito ao número de participações de crimes de violência doméstica, nos primeiros três meses do ano foram registadas 5.517 ocorrências participadas à PSP e à GNR, menos 13,2 por cento do que as 6.358 registadas em igual período de 2020.