foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

RÁDIO PORTALEGRE 09/11/1989 - 09/11/2021

32 ANOS AO SERVIÇO DA REGIÃO

OBRIGADA PELA PREFERÊNCIA

Acidente/autocarro:Sete dos onze mortos já foram identificados

Sete dos onze mortos, que resultaram do acidente com um autocarro, ocorrido esta manhã na Sertã, que seguia numa excursão entre Portalegre e Santa Maria da Feira, já foram identificados e encontra-se na morgue do hospital de Castelo Branco.

Em declarações aos jornalistas, na Câmara de Portalegre, onde foi instalado um dispositivo de apoio à vítima para ajudar os familiares dos sinistrados, a presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), revelou ainda que às 16:00 encontravam-se internados ou tinham sido assistidos no hospital de Castelo Branco 17 dos 44 passageiros do autocarro, sendo que alguns estão a ser transferidos para Portalegre.

A mesma responsável adiantou que nos hospitais da Universidade de Coimbra continuavam internados 6 acidentados, enquanto no hospital dos Covões foram assistidos 3, sendo que dois deles já receberam alta hospitalar.

Para o hospital de Abrantes foram evacuados 3 sinistrados que àquela hora (16:00), ainda estavam internados.

Sobre as quatro crianças que foram transportadas para o hospital de Coimbra, Dorinda Calha, referiu que duas delas já tiveram alta hospitalar.

O autocarro, que saiu de Portalegre às 06:15 da manhã, despistou-se cerca das 08:00 no IC8, no nó do Carvalhal.

De acordo com o organizador da excursão, Luís Barbas, o autocarro, de matrícula espanhola, conduzido por um português, transportava passageiros dos concelhos de Portalegre, Arronches e Castelo de Vide numa visita ao presépio de São Paio de Oleiros.

Em declarações à Rádio Portalegre, Luís Barbas adiantou que o autocarro entrou em derrapagem, despistou-se, deu uma cambalhota e caiu para uma ravina, devido a um “ressalto no piso” que apanhou de surpresa o motorista do veículo.

Esta tragédia deixou chocada a presidente da Câmara de Portalegre. Adelaide Teixeira, visivelmente emocionada, apresentou condolências aos familiares das vítimas, num “dia de luto” para Portalegre.

Gabriel Nunes