86734724 2835672296509589 7441797290118873088 N

Maus-tratos a animais:Cavaleiro João Moura condenado a 4 anos e oito meses de prisão com pena suspensa

O Tribunal de Portalegre condenou, esta quarta feira, o cavaleiro João Moura, a quatro anos e oito meses de prisão, com pena suspensa, pela prática de 18 crimes de maus-tratos a animais. O cavaleiro tem ainda de pagar mil euros a três associações de defesa dos animais e está proibido de frequentar corridas de galgos durante três anos.  Está ainda proibido de ter animais de companhia durante cinco anos. Recorde-se que João Moura foi detido pela GNR no dia 19 de fevereiro de 2020, há quase quatro anos, na sequência de um mandado de busca à sua propriedade por suspeitas de maus-tratos a animais. Durante as buscas a GNR apreendeu 18 cães de raça galgo que se encontravam na quinta do cavaleiro. Nas imagens que foram divulgadas pela GNR, na altura da detenção de João Moura, os animais pareciam estar num estado de desnutrição grave e mantidos em condições higieno-sanitárias lastimáveis.