Costa

Mensagem de Natal de António Costa com apelo à confiança

“Confiança” foi a palavra que marcou o último discurso de Natal, de António Costa.

O primeiro ministro demissionário, começou por enumerar os motivos que justificam a confiança que depositou em Portugal e nos portugueses, nos últimos oito anos em que dirigiu os destinos do país.

António Costa fez eco das conquistas ao nível das qualificações, investimento na transição energética e o fim dos “crónicos défices orçamentais”.

Para o primeiro ministro estas são as razões pelas quais os portugueses devem manter a confiança no futuro.