Img 8458

Portalegre: Aos 96 anos o contador de histórias Augusto Relvas lança o seu primeiro livro

Natural da aldeia de Carreiras, no concelho de Portalegre, Augusto Relvas, aos 96 anos de idade, realizou o sonho de dar a conhecer a sua história de vida, com o lançamento do livro “Memórias e Viagens de Augusto Relvas”. 

Com prefácio escrito pela sua esposa, Antónia Miranda Dias, já falecida, o livro foi apresentado, quinta feira, no Lar da Casa do Povo de Alagoa, perante uma plateia com dezenas de pessoas, entre as quais familiares e amigos de Augusto Relvas.

Em declarações aos jornalistas, Augusto Relvas, mostrou-se “muito feliz” por ter concretizado este sonho, e disse que não se considera um escritor, assumindo-se como “um contador de histórias”.

A quatro anos de completar um século de vida Augusto Relvas revelou ainda que espera publicar mais dois livros, que já estão escritos, um dos quais intitulado “As Memórias de um Carreirense”.

Rosa Alfaia, filha de Augusto Relvas, disse estar “muito orgulhosa” pelo facto do pai ter conseguido concretizar o sonho de contar as suas histórias de vida em livro.

Rosa Alfaia assinalou que o seu pai “tem uma história de vida imensa”, revelando que Augusto Relvas privou e têm histórias com várias figuras públicas, entre as quais o escritor e poeta José Régio.

A vereadora da Câmara de Portalegre, com o pelouro da Cultura, Laura Galão, por seu turno, afirmou ser “gratificante, testemunhar um exemplo de vida”, como o de Augusto Relvas.  

PUBLICIDADE