Residencia Foto

Portalegre: IPP investe 4 milhões na renovação e ampliação da Residência de Estudantes no Bairro dos Assentos

O Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) vai investir cerca de 4 milhões de euros na obra de renovação e ampliação da Residência de Estudantes, no Bairro dos Assentos, em Portalegre.

A obra, lançada esta segunda feira, prevê a criação de mais 82 camas, num edifico contíguo ao já existente, onde atualmente residem cerca de 200 estudantes.

Para o presidente do IPP, Luís Loures, a obra “vai ajudar a mitigar” o problema do alojamento e aumento de preço médio da habitação na cidade de Portalegre, o que “tem feito com que alguns alunos tenham sentido uma dificuldade acrescida de poder continuar a estudar”.

A par deste investimento, apoiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), há ainda duas novas Residências de Estudantes, que vão ser construídas no centro da cidade de Portalegre, com capacidade para albergar mais de uma centena de estudantes.

Luís Loures acrescentou que o IPP vai concorrer a um novo aviso, dentro do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), para uma outra residência, com 200 camas para estudantes.

A cerimónia de lançamento da obra na Residência de Estudantes no Bairro dos Assentos, contou com a presença da ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, que considerou que o IPP “tem um papel fundamental” na região, essencialmente pela capacidade de atratividade de novas pessoas.

Elvira Fortunato disse que o IPP tem feito um trabalho “excelente” no sentido de se afimar como uma mais valia neste território.

Na conversa, de cerca de duas horas, que manteve com o presidente do IPP, Elvira Fortunato tirou várias notas e comprometeu-se a tentar desbloquear a proposta do politécnico, no sentido de recuperar e arrendar o antigo internato masculino de Santo António, em Portalegre, que seria convertido em alojamento para estudantes.

PUBLICIDADE