Tribunal Leis Justica Ss 19

Portalegre: Mulher detida por violência doméstica sujeita a controle por pulseira eletrónica

Uma mulher, de 57 anos de idade, detida por violência doméstica no concelho de Portalegre, ficou sujeita a controle por pulseira eletrónica.

Em nota de imprensa a GNR de Portalegre esclarece que, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares deram cumprimento a um mandado de detenção, que culminou na detenção da suspeita.

Segundo a GNR, No decorrer da ação foi possível apurar que a suspeita exercia de forma continuada violência emocional e coação psicológica contra a vítima, seu companheiro, de 55 anos. 

A suspeita já se apresentou no Tribunal Judicial de Portalegre, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência, proibição de contacto com a vítima por qualquer meio, proibição de se aproximar da vítima ou permanecer nas imediações da residência onde se encontra a residir e do seu local de trabalho, numa distância de 300 metros, controlada com pulseira eletrónica.