Pcp

Portalegre: PCP crítica “políticas erradas” que tem travado o desenvolvimento do território

O PCP denunciou que os investimentos anunciados para o distrito de Portalegre não tem contribuído para o desenvolvimento da região, cada vez mais desertificada e em risco de se tornar “um centro de dia a céu aberto”.

Em conferência de imprensa, esta segunda feira, Fernando Carmosino, membro da Direção da Organização Regional de Portalegre (DORPOR) do PCP, reafirmou que o Alto Alentejo tem potencialidades e recursos, considerando que “as politicas é que ao longo destes anos todos tem sido erradas”.

A DORPOR do PCP voltou a eleger a questão das acessibilidades como “fundamental” para garantir a atratividade deste território, lamentando que após inúmeros estudos e diagnósticos, nada tenha sido executado nesta matéria, de que são exemplo a finalização da construção do IC13 ou a eletrificação da Linha do Leste.

Fernando Carmosino chamou ainda a atenção para a necessidade de aumentar a capacidade de recursos hídricos no distrito de Portalegre, com intervenções na

barragem de Póvoa e Meadas e Abrilongo, bem como a concretização do projeto da barragem do Pisão.