Img 9688

Portalegre: Presidente do Supremo Tribunal de Justiça acusa Ministério da Justiça de “total ineficácia”

O presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Henrique Araújo, mostrou-se, esta terça feira, indignado com o atraso nas obras de reabilitação e ampliação do Tribunal de Portalegre, que se encontra encerrado desde 2014.

Em declarações à Rádio Portalegre, o Juiz Conselheiro, Henrique Araújo, acusou o Ministério da Justiça de “total ineficácia”, para resolver, não só o problema do Palácio da Justiça de Portalegre, como de outros tribunais do país.

Henrique Araújo expressou ainda o desejo de que este seu alerta possa fazer “soar as campainhas”, para que as obras se façam rapidamente. 

Questionada pelos jornalistas sobre o longo atraso das obras do Tribunal de Portalegre, a secretária de Estado Ajunta e da Justiça, Maria Clara Figueiredo, indicou que a empreitada pode arrancar “a breve prazo”.

Maria Clara Figueiredo garantiu que até final de maio vai abrir um novo concurso público para a realização da obra, com um valor de adjudicação de 1,8 milhões de euros.

Img 9690

A governante falava à margem da cerimónia de tomada de posse do novo presidente do Tribunal Judicial da Comarca de Portalegre, o Juiz de Direito, Francisco José Nunes Galvão Correia.

Img 9686