58068

PSP alerta para o aumento de burla informática

O Comando Nacional da PSP registou, este ano, 10.910 burlas informáticas, mais 4.152 face a 2019.

Em comunicado de imprensa, enviado à Rádio Portalegre, a PSP revela ainda que, em 2023, foram identificados 390 suspeitos de burla informática e nas comunicações e 31 pessoas foram detidas por este crime.

Segundo a PSP, de entre os potenciais riscos a que os utilizadores se expõem com o uso das novas tecnologias, este ano, o destaque vai para a burla que ficou conhecida por “Olá pai, olá mãe”, cujo número de ocorrências tem vindo a aumentar.

Para a prática deste crime os suspeitos, através de mensagem escrita em aplicação de comunicação (maioritariamente WhatsApp), remetida de um número de contacto identificável, apresentam-se como um familiar muito próximo (filho) da potencial vítima.

A partir desta abordagem inicial o diálogo através de mensagens continua, até chegar ao propósito pretendido, solicitar a transferência ou envio por intermédio de plataforma de uma quantia monetária.

Com o intuito de reduzir o risco de vitimização, a PSP aconselha a que ligue sempre para o número original dos seus filhos e, caso consiga falar com eles e confirmar que se trata de uma tentativa de burla, reporte a situação; não realize qualquer transferência de dinheiro sem, pelo menos, previamente conseguir falar de viva voz e reconhecer a pessoa com quem pensa estar em conversação; despiste possíveis tentativas de burla com perguntas simples que, em princípio, o seu familiar conheça (quais as datas de aniversário de ambos, qual o curso e a universidade que frequentam ou frequentaram, qual a matrícula do carro da família, etc).