Violence Against Women 4209778 1920 1024x635 1

Violência doméstica: Alto Alentejo palco de uma “batalha silenciosa”

Portalegre foi o décimo distrito do país com maior número de vítimas de violência doméstica (496), registado pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) entre 2021 e 2023.

Os dados da APAV indicam que os casos registados no Alto Alentejo superam o total de ocorrências observadas no conjunto dos distritos de Évora (116), Beja (152) e Castelo Branco (124).

Por outro lado, os distritos do continente com menor número de casos são a Guarda com 82 e Bragança com 89.

Segundo o documento intitulado, “Estatísticas APAV | Violência Doméstica 2021-2023”, divulgado a propósito do Dia Internacional da Mulher, que se celebra esta sexta feira, em termos nacionais o número de vítimas de violência doméstica observado nos três anos em análise, aumentou 22,9%, sendo que a maioria das vítimas (81,1%) é do sexo feminino.

Nos dezoito distritos do continente e nas regiões autónomas da Madeira e Açores, a APAV documentou um total de 64.899 crimes de violência doméstica.

Ameaças, maus tratos físicos, injúrias e perseguição são as armas usadas contra as vítimas, 81,1% das quais são mulheres.

PUBLICIDADE